Show simple item record

dc.creatorCarvalho, Ladjane Barros de
dc.date.accessioned2018-08-09T14:52:50Z
dc.date.available2018-08-09T14:52:50Z
dc.date.issued2016-08-25
dc.identifier.citationCARVALHO, Ladjane Barros de. Poluição luminosa X violência urbana: o desperdício gerado pela cultura do medo. 2016. 138 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado Profissional em Gestão Ambiental, Dpe - Mpga, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Recife, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifpe.edu.br/xmlui/handle/123456789/51
dc.description.abstractThe undeniable value of artificial light source for mankind has caused the harmful distortion of logic, “the best light”, on the perception of security and well-being of the individual and the consequent generation of light pollution in the night urban environment. Although the consensus of systematic association throughout history between lighting and security has the merit of fighting practically negative connotations associated with the fear of darkness, I would ask: to what extent the recent projective practices lighting reinvidicam the environmental improvement through promoting safer spaces, would be really compromentidas for that purpose? The question is now developed from the perspective of different fields in order to verify the influence of environmental perception anchored to fear for the definition of projective criteria. Through a qualitative approach of exploratory nature of practical experience and its representation in the context of the city, this research aimed to develop a projective system of indicators from three categories of analysis (Regulation, Evaluation and Perception). The results point to the public share transfer of responsibility to the projectual action where light begins to fulfill a role that, in theory, would be for the State: to ensure safety and well-being of citizens. Thus, according to the observation of a lighting system sectoral reformulation in a public education drive, it’s proven our hypothesis that more than a commitment to public safety and effective quality lit environment, lighting practices adopted are generating light pollution and reflect a culture of fear associated with urban violence.pt_BR
dc.format.extent138p.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambucopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectViolência Urbanapt_BR
dc.subjectPoluição Luminosapt_BR
dc.subjectEficiência Energéticapt_BR
dc.subjectIluminação Públicapt_BR
dc.subjectGestão Ambientalpt_BR
dc.titlePoluição Luminosa X violência urbana: o desperdício gerado pela cultura do medopt_BR
dc.typedissertacaopt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1355856896207917pt_BR
dc.contributor.advisor1Rêgo, Rejane de Moraes
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9830428758956312pt_BR
dc.contributor.referee1Silva, Hernande Pereira da
dc.contributor.referee2Vasconcelos, Ronald Fernando Albuquerque
dc.contributor.referee3Bezzera, Onilda Gomes
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1800835100486343pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0135223826250526pt_BR
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/9244839409128306pt_BR
dc.publisher.initialsIFPEpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Recifept_BR
dc.publisher.programMestrado Profissional em Gestão Ambientalpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqOUTROSpt_BR
dc.description.resumoO inegável valor da fonte de luz artificial para a humanidade tem provocado a distorção nociva da lógica, “quanto mais luz melhor”, sobre a percepção de segurança e bem-estar do indivíduo e a consequente geração de poluição luminosa no ambiente urbano noturno. Ainda que o consenso da associação sistemática ao longo da história entre iluminação e segurança tenha o mérito de combater de forma prática conotações negativas associadas ao medo da escuridão, caberia perguntar: em que medida as práticas projetuais recentes de iluminação que reinvidicam a requalificação ambiental por meio da promoção de espaços mais seguros, estariam realmente compromentidas com tal objetivo? A questão será ora desenvolvida sob a ótica de diferentes domínios de modo a verificar a influência da percepção ambiental ancorada ao medo durante a definição de critérios projetuais. Por meio de uma abordagem qualitativa de cunho exploratório sobre a experiência prática e sua representatividade no contexto da cidade, a presente pesquisa teve por objetivo desenvolver um sistema de indicadores projetuais a partir de três categorias de análise (Regulamentação, Avaliação e Percepção). Os resultados obtidos apontam para a transferência de responsabilidade da ação pública para a ação projetual onde a luz passa a cumprir um papel que, em tese, caberia ao Estado: garantir segurança e bem-estar aos cidadaos. Desse modo, por ocasião da observação da reformulação setorial do parque luminotécnico de uma unidade de ensino pública, comprova-se a nossa hipótese de que mais do que um compromisso com a segurança pública e com a qualidade efetiva do ambiente iluminado, as práticas de iluminação adotadas são geradoras de poluição luminosa e refletem uma cultura do medo associada à violência urbana.pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record