Show simple item record

dc.creatorPereira, Gleydson Mateus da SIlva
dc.date.accessioned2023-02-23T17:54:46Z
dc.date.available2023-02-23T17:54:46Z
dc.date.issued2023-02-14
dc.identifier.citationPEREIRA, Gleydson Mateus da Silva ; CARVALHO, Valdirene Pereira da Silva. Evolução e aplicação das políticas públicas em saúde para pessoas transexuais : revisão integrativa. 17 f. Artigo. (Bacharelado em Enfermagem) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Pesqueira, 2023.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifpe.edu.br/xmlui/handle/123456789/829
dc.description.abstractIntroduction: The National Policy on Comprehensive Health for Lesbians, Gays, Bisexuals, Transvestites and Transexuals (PNSILGBT) is a watershed for public health policies in Brazil, it is a historic milestone for recognizing the demands of this vulnerable population. Objective: To identify how public policies aimed at the transexual population are debated and applied in the Health Network according to the literature. Methodology: This is an integrative review. The data collection was carried out between July 2021 and December 2022, through the online access of the CAPES Periodicals (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel), from which there was access to the Virtual Health Library (BVS), which included the LILACS, BDENF and MEDLINE/PUBMED databases. Results: 08 articles were selected, following the inclusion and exclusion criteria. Discussion: It was possible to identify that transexuality is still a topic that has been little debated, this is because there is still a view that it is a pathological state that needs to be cured, which favors the exclusion and social discrimination of this population in the health services, where not even the creation of public policies are sufficient for health promotion. Final Considerations: It is noticed that the creation of public health policies are not sufficient for application in health services, however, producing health is essential for greater dissemination and access by the trans community to health policies and the citizenship that is guaranteed by law.pt_BR
dc.format.extent17 p.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.relationCROSSETTI, M. G. O. Revisão integrativa de pesquisa na enfermagem o rigor científico que lhe é exigido. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 8-9, 2012. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rgenf/a/9TrSVHTDtDGhcP5pLvGnt5n/?format=pdf&lang=pt> Acessado em: 16 jul. 2021. FERNÁNDEZ-ROUCO, Noelia; CARCEDO, Rodrigo J.; YEADON-LEE, Tray. Transgender identities, pressures, and social policy: a study carried out in Spain. Journal of Homosexuality, v. 67, n. 5, p. 620-638, 2020. Disponível em: <https://pure.hud.ac.uk/ws/files/14849215/Fernandez_Rouco_MS_053_18_FINAL_R EVISIONS_5_.pdf> Acessado em: 27 abr. 2022. GALVÃO, C.M. Níveis de evidência. Acta Paul Enferm, v. 19, n. 2, 2006. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ape/a/JXrfXqCfD4vPztQFQBrkB7g/?format=pdf&lang=pt> Acessado em: 16 jul. 2021. GOMES, Denildo de Freitas et al. Restrição de políticas públicas de saúde: um desafio dos transexuais na atenção básica. Escola Anna Nery, v. 26, 2022. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ean/a/99rf9ytfQXxmXYWLF8JQx4k/abstract/?lang=pt> Acesso em: 14 dez. 2022. GRADE, Cláubia; GROSS, Carolina Baldissera; UBESSI, Liamara Denise. Patologização da transexualidade a partir de uma revisão integrativa. Psicologia, Saúde & Doenças, v. 20, n. 2, p. 435-451, 2019. Disponível: <https://scholar.archive.org/work/7ingm5nbfje6lddjcpnjspfvqy/access/wayback/https:// www.sp-ps.pt/uploads/jornal/649.pdf> Acessado em: 17 ago. 2021. GUIMARÃES, Nilo Plantiko et al. Avaliação da implementação da Política Nacional de Saúde Integral à população LGBT em um município da região Sudeste do Brasil. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 14, n. 2, 2020. Disponível em: <https://homologacao-reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1712> Acessado em: 09 set. 2021. GUTIERRES, Stephanie Moreira; LORDELLO, Sílvia Renata. Promoção da saúde com transexuais e travestis: uma revisão sistemática de literatura. Revista Psicologia Política, v. 20, n. 47, p. 165-177, 2020. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7434311> Acessado em: 22 jun. 2022. OLIVEIRA, Itauane de; ROMANINI, Moises. (Re) escrevendo roteiros (in) visíveis: a trajetória de mulheres transgênero nas políticas públicas de saúde. Saúde e Sociedade, v. 29, p. e170961, 2020. Disponível em: <https://www.scielosp.org/article/sausoc/2020.v29n1/e170961/pt/> Acessado em: 16 ago. 2022. REIS, Gabriel das; PEREIRA, Ednéia de Fátima. Políticas públicas para a população LGBT. Research, Society and Development, v. 11, n. 15, p. e466111537617-e466111537617, 2022. Disponível em: <https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37617> Acesso em: 16 dez. 2022. ROSA, Danilo Fagundes et al. Assistência de Enfermagem à população trans: gêneros na perspectiva da prática profissional. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 72, p. 299-306, 2019. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/reben/a/J8GsdDH6ZKb96b8DfdXQfbF/?lang=pt&format=html > Acessado em: 25 out. 2021. SALAZAR, Ximena et al. Confluent paths: Research and community participation to protect the right to health among transgender women in Peru. In: Social Inequities and Contemporary Struggles for Collective Health in Latin America. Routledge, 2020. p. 178-186. Disponível em: <https://repositorio.upch.edu.pe/handle/20.500.12866/7475> Acessado em: 28 out. 2021. SALLES, Débora Gomes et al. A transexualidade na literatura científica das Ciências da Saúde. 2017. Disponível em: <http://dspace.cprm.gov.br/xmlui/bitstream/handle/doc/19726/salles_goncalves_arauj o-trans.pdf?sequence=1&isAllowed=y> Acessado em: 16 mar. 2022. SANTANA, Alef Diogo da Silva, et al. Dificuldades No Acesso Aos Serviços de Saúde Por Lésbicas, Gays, Bissexuais E Transgêneros. Revista de Enfermagem UFPE on Line, vol. 14, 11 Jan. 2020. Disponível em: <https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1096982> Acessado em: 18 ago. 2021. SANTOS, Manoel Antônio dos, et al. Transexualidade, Ordem Médica E Política de Saúde: Controle Normativo Do Processo Transexualizador No Brasil. Estudos Interdisciplinares Em Psicologia, vol. 10, no. 1, 1 Ar. 2019, pp. 03-19. Disponível em:<https://repositorio.usp.br/item/002984067> Acessado em: 04 mai. 2021. SEHNEM, Graciela Dutra et al. (Des) preparo técnico-científico para o cuidado às travestis: percepções de enfermeiras (os). Revista de Enfermagem da UFSM, v. 7, n. 2, p. 236-247, 2017. Disponível em: <https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-34371> Acessado em: 04 mai. 2021.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPolíticas Públicas de Saúdept_BR
dc.subjectMinorias Sexuais e de Gêneropt_BR
dc.subjectPessoas Transgêneropt_BR
dc.titleEvolução e aplicação das políticas públicas em saúde para pessoas transexuais : revisão integrativapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5534276163647247pt_BR
dc.contributor.advisor1Carvalho, Valdirene Pereira da Silva
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4178153420030947pt_BR
dc.contributor.referee1Sá, Ana karine Laranjeira de
dc.contributor.referee2Veras, Samara Maria de Jesus
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6623566511186369pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1747779498370117pt_BR
dc.publisher.departmentPesqueirapt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS::ADMINISTRACAO DA PRODUCAOpt_BR
dc.description.resumoIntrodução: A Política Nacional de Saúde Integral à Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (PNSILGBT) é um divisor de águas para as políticas públicas de saúde no Brasil é um marco histórico de reconhecimento das demandas desta população em condição de vulnerabilidade. Objetivo: Identificar como as políticas públicas voltadas para a população transexual são debatidas e aplicadas na rede de saúde de acordo com a literatura. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa. O levantamento de dados foi realizado entre Julho de 2021 e Dezembro de 2022, por meio do acesso online do Periódicos da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), a partir dele houve o acesso à Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), na qual incluiu as bases de dados LILACS, BDENF e MEDLINE/PUBMED. Resultados: Foram selecionados 08 artigos, seguindo os critérios de inclusão e exclusão. Discussão: Foi possível identificar que a transexualidade ainda é uma temática que vem sendo pouco debatida, isso se dá por que ainda há uma visão que a mesma é um estado patológico que precisa ser curado, o que favorece a exclusão e descriminação social dessa população nos serviços de saúde, onde nem mesmo a criação de políticas públicas são suficientes para a promoção de saúde. Considerações Finais: Percebe-se que a criação das políticas públicas de saúde não são suficientes para a aplicação nos serviços de saúde, entretanto, produzir saúde é fundamental para que haja maior divulgação e acesso da comunidade trans às políticas de saúde e a cidadania que lhe é garantida por direito.pt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record