Show simple item record

dc.creatorPereira, Renato Alves
dc.date.accessioned2020-08-03T01:17:47Z
dc.date.available2020-08-03T01:17:47Z
dc.date.issued2019-02-28
dc.identifier.citationPEREIRA, Renato Alves. Avaliação da qualidade da água de um trecho do Rio Capibaribe através do modelo QUAL-UFMG. 2019. 17 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Engenharia Civil) - Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Recife, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifpe.edu.br/xmlui/handle/123456789/183
dc.description.abstractThe catchment area of the Capibaribe river presents serious water quality problems. This is due the lack of sanitation infrastructure in the municipalities bordering the Capibaribe river coupled up to low flows rate. Mathematical models of water quality are important tools in the study of pollution effects, specifically point and non-point sources, as well as on the scenarios evaluation, aiming to comply with the legislation. This article shows the results from a mathematical modeling of water quality using the QUAL-UFMG model in the Capibaribe river basin specifically the portion situated between the station (39150000) and (39188000), totaling 41,2km (approximately 25,60mi), which includes the city of Paudalho, São Lourenço da Mata and Camaragibe in the Capibaribe river, located in Pernambuco. The study obtained the input data required by the model and made the calibration parameters and then there was the validation for the year 2011 related to Dissolved Oxygen and Biochemical Oxygen Demand. It was concluded that the domestic sewage arising from the cities of Paudalho, São Lourenço da Mata and Camaragibe and the slaughterhouse located in São Lourenço da Mata contribute significantly to the pollution of the Capibaribe river in this area.pt_BR
dc.format.extent17 p.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.relationANA: disponibilidade e demandas de recursos hídricos no Brasil. Agência Nacional de Águas, Brasília, 2005. Disponível em: http://arquivos.ana.gov.br/planejamento/planos/pnrh/VF%20DisponbilidadeDemanda .pdf. Acesso em: 05 fev. 2016. ANA: hidroweb – Sistema de Informações Hidrológicas. Agência Nacional de Águas, Brasília, 2005. Disponivel em: http://www.ana.gov.br/hidroweb. Acesso em: 25 set. 2015 ANA: relatório de conjuntura dos recursos hídricos. Agência Nacional de Águas, Brasília, 2017. BRASIL. Resolução CONAMA nº 357, de 17 de Março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos d’água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/res/res05/res35705.pdf. Acesso em: 20 set. 2015 IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Disponível: https://censo2010.ibge.gov.br/noticiascenso.html?busca=1&id=1&idnoticia=1691&t= pnsb-2008-abastecimento-agua-chega-99-4-municipios-coleta-lixo-100- rede&view=noticia. Acesso em 03 set. 2015. IDE, W.R.; RIBEIRO, M.L. Calibração do modelo de qualidade de água QUALUFMG para o Rio Taquarizinho em período de estiagem.Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) Programa de Pós-graduação em Engenharia Ambiental, Universidade Federal de Mato Grosso, Belo Horizonte, 2009. MANCUSO, P.C.S.; SANTOS, H. F. Reúso da água. Barueri, Manole. São Paulo, 2003. PAZ, D.H.I. da; BARBOSA, I.M.B.R. Estudo da redução da carga orgânica lançada em um trecho do Rio Capibaribe para atendimento à legislação ambiental. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 19., 2010. Anais... Maceió, 2010. PNSB. Pesquisa Nacional de Saneamento, 2008. Disponível: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv45351.pdf. Acesso em 15 nov. 2015. REIS, J. S. A., 2006. Modelagem matemática da qualidade de água para o Alto Rio das Velhas/ MG. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Ouro Preto. Programa de Pós-graduação em Engenharia Ambiental. SILVA, R.C.P. et al. Impactos Ambientais na bacia do rio Capibaribe: Avaliação da Poluição de suas águas no centro da cidade do Recife – PE. In: Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 19., Maceió. Anais... Maceió: ABRH, 2011. SRHE. Plano Hidroambiental do Rio Capibaribe. 2010. Disponível em: http://www.sirh.srh.gov.br/hidroambiental/. Acesso em: 29 nov. 2014. STREETER, H.W; PHELPS, E.B., 1925. A study of the pollution and natural purification of the Ohio River. Public Health Bulletin, Washington. TONON, K. Modelagem da qualidade da água utilizando os modelos STREETERPHELPS e QUAL-UFMG na bacia do rio Lambari - Poços de Caldas (MG). Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia Ambiental da Universidade Federal de Alfenas, Poço de Caldas, 2014. TUCCI, C.E.M. Hidrologia: Ciência e Aplicação. 2.ed. Porto Alegre: Ed. Universidade/ UFRGS. ABRH, 2001. VON SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. Belo Horizonte: Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais. 243 p. 1996. VON SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006. VON SPERLING, M. Estudos e modelagem da qualidade da água de rios. Belo Horizonte: Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais, 2007.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPoluiçãopt_BR
dc.subjectQUAL-UFMGpt_BR
dc.subjectOxigênio Dissolvidopt_BR
dc.subjectDemanda Bioquímica de Oxigêniopt_BR
dc.titleAvaliação da qualidade da água de um trecho do Rio Capibaribe através do modelo QUAL-UFMGpt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3319540238650364pt_BR
dc.contributor.advisor1Barbosa, Ioná Maria Beltrão Rameh
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3171196198128324pt_BR
dc.contributor.referee1Silva, Ronaldo Faustino da
dc.contributor.referee2Paz, Diogo Henrique Fernandes da
dc.contributor.referee3Carvalho, Vânia Soares de
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7265569987870357pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9711778448759836pt_BR
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/0773387660250730pt_BR
dc.publisher.departmentRecifept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIA::SANEAMENTO AMBIENTALpt_BR
dc.description.resumoA bacia hidrográfica do rio Capibaribe apresenta sérios problemas de poluição. Isto se deve à falta de infraestrutura sanitária dos municípios que margeiam o rio atrelado às baixas taxas de vazões. Modelos matemáticos de qualidade da água são importantes ferramentas no estudo dos efeitos da poluição por fontes pontual e não pontual, bem como a avaliação de cenários, visando o cumprimento da legislação. Este artigo apresenta os resultados da modelagem matemática da qualidade da água, utilizando o modelo QUAL-UFMG, especificamente no trecho localizado entre o ponto da estação de monitoramento (39150000) e a (39188000), totalizando um trecho de 41,2 km, que compreende os municípios de Paudalho, São Lourenço da Mata e Camaragibe na bacia do rio Capibaribe, em Pernambuco. A pesquisa obteve os dados de entrada requeridos pelo modelo, efetuou-se a calibração dos parâmetros e, em seguida, realizou-se a validação para o ano de 2011 referentes ao Oxigênio Dissolvido e a Demanda Bioquímica de Oxigênio. Como conclusão, observou-se que o esgoto doméstico advindo dos municípios de Paudalho, São Lourenço da Mata e Camaragibe e do matadouro localizado em São Lourenço da Mata, contribuem consideravelmente para a poluição do rio Capibaribe neste trecho.pt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record